samambaia chifre de veado

chifre de veado;

Nome: Científico: Platycerium bifurcatum
Nome: Popular: Chifre-de-veado, samambaia-chifre-de-veado
Família: Polypodiaceae
Divisão: Pteridophyta
Origem: Austrália, Nova Guiné, Nova Caledônia e Ilha Sunda
Ciclo de Vida: Perene
É cultivada em suportes de xaxim, em vasos com substrato semelhante ao de orquídeas ou em tronco de árvores, sempre a meia-sombra, irrigados a intervalos. Com boa rusticidade, é também relativamente resistente ao frio.

Multiplica-se principalmente pelas mudas pequenas que as raízes formam na superfície do substrato e separadas durante o inverno.
Planta herbácea epífita que se prende a árvores e outros suportes.

A fronde basal é estéril, tem forma de rim e parece uma lâmina, e serve para proteção das raízes contra danos mecânicos e contra a seca.
Em algumas plantas deste gênero estas frondes formam uma espécie de coroa que capturam água e resíduos de folhas.

As frondes férteis têm esporos na página inferior que tem a aparência de um veludo marrom.

Modo de cultivo:

O platicério tolera temperaturas de 5 ºC, mas desenvolve-se melhor em regiões quentes e úmidas, cultivadas à meia sombra.

Substrato :

Precisa de substrato leve, humoso e fértil.

Misturar em partes iguais o composto orgânico completo, areia e pó de casca de coco.
Deixar antes este pó de molho em água por alguns dias, trocando a água para retirar os compostos fenólicos que poderão prejudicar o desenvolvimento da planta.
O composto orgânico poderá ser feito em casa, leia mais sobre como fazer.

Local de cultivo e uso decorativo:

Esta samambaia tolera sol pela manhã e pode ser cultivada sob árvores, em interiores bem iluminados, iluminação indireta, sendo ótima opção para quem deseja uma samambaia de grande porte.

Propagação de mudas do Platicério :
Esporos em folhas do platicerio ou chifre de veado

Para fazer a propagação do platicério usam-se os filhotes que surgem junto das matrizes ou então por esporos, no verão ou outono.

Os esporos situam-se nas pontas da parte inferior das folhas, parecendo uma ferrugem marrom lanosa.
Passar de leve algodão ou sfagno e umedecer bem, deixando dentro de um vaso, mantendo sempre úmido.
Dentro de algum tempo irão aparecer as pequenas plantinhas.

fonte;faz fácil

2 Comentários:

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Não conhecia essa, amiga!
Beijinhos meus!

Drica disse...

Olá, eu tenho essa mas não sabia o nome.Obrigada estou aprendendo muito com esse blog.Bjos Tia Dê

 
BLOG DA TIA DÊ © Copyright | Template By Mundo Blogger |